A Corrente do Mal (“The Daisy Chain”)

Se “Profecia” tivesse sido realizado num interiorzinho da Irlanda, com uma menina, com uma produção mais modesta e um roteiro menos ousado, o resultado seria algo próximo de “A Corrente do Mal“.

Casal se muda para o tal interior e, ao chegar lá, deparam-se com um incêndio na casa vizinha, o qual mata toda a família, deixando apenas a pequena Daisy (a iniciante Mhairi Anderson). E seus lindos olhos azuis conquistam a esposa Matha (Samantha Morton de “Control“), a qual está grávida, mas despertam a desconfiança do marido Tomas (Steven Mackintosh de “Anjos da Noite – A Rebelião“).

O lado bom dessa produção é explorar a maldade amoral intrínseca a uma criança, capaz de cruzar a linha do extremo para satisfazer seus desejos. Isso ao contrário de “Profecia“, onde havia um plano maior a ser conquistado. Neste ponto “A Corrente do Mal” se aproxima mais de “Joshua – O Filho do Mal“.

Infelizmente a produção é bem modesta e tem alguns furos cruciais, como uma tentativa absurda de matar a menina por um dos nativos. Seu desfecho também deixa a desejar e indo contra o que se esperava das próprias atitudes da diabinha. Uma história que deve dividir opiniões e que funciona apenas como última opção.


Ficha Técnica

Elenco:
Samantha Morton
Steven Mackintosh
Mhairi Anderson
David Bradley
Eva Birthistle
Brendan McCormack
Zoe Sheridan
Flora Montgomery

Direção:
Aisling Walsh

Produção:
Tristan Lynch
Dominic Wright

Fotografia:
Simon Kossoff

Trilha Sonora:
David Julyan

Avaliações dos usuários

Não há avaliações ainda. Seja o primeiro a escrever uma.

Avalie o filme

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Share on telegram